DEE no 30.º Aniversário da TSF

 

Mini-portas para o mundo digital

"Estes chips fazem a ponte entre o mundo real físico e o mundo digital, em todas as aplicações - seja de obtenção de sinais biomédicos, seja de aquisição de sinais na agricultura, nos incêndios, por exemplo", explica João Pedro Oliveira, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, que trabalha no desenvolvimentos destes circuitos.

Através do Centro de Tecnologias e Sistemas, a FCT tem competido ao mais alto nível com outras universidades de topo e com os melhores grupos de investigação. São exemplos práticos disso mesmo os interfaces digitais com sensores que os professores João Pedro Oliveira e João Goes apresentaram. "Mesmo no nosso smartphone, temos um microfone que vai captar sinais acústicos que é preciso transformar em linguagem digital", explica João Pedro."

https://www.tsf.pt/sociedade/ciencia-e-tecnologia/interior/po-que-acelera-fita-que-mede-o-stress-invencoes-das-universidades-portuguesas-9151432.html